Disciplina
Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
 
Geografia
 
Disciplina: FLG0582 - Geografia do Estado de Sao Paulo

Créditos Aula: 2
Créditos Trabalho: 2
Tipo: Semestral

Objetivos
A formação econômica e social brasileira guarda aspectos particulares em sua constituição; enquanto realidade econômica e social forma-se segundo os pressupostos de uma i-racionalidade moderna, determinada pelos sentidos da mercadoria como elo entre uma dimensão colonial/nacional e a reprodução da realidade mundial. Busca-se, assim, uma apreensão do conhecimento que, ao se apropriar de formas clássicas de conhecimento sobre as formações modernas, não se feche numa leitura modelar, mas resguarde em sua apreensão a particularidade de uma formação que seja, na dimensão têmporo-espacial, o redobrar do moderno por sobre o moderno mesmo. Neste aspecto, todo momento constituinte do moderno e da modernização é, em algum aspecto, a reiteração da reprodução daquilo que faz do colonial/nacional uma reprodução do mundial. Trata-se, portanto, de discutir como que o Estado de São Paulo se constitui como uma forma espaço-temporal de reprodução desta relação.
 
Programa Resumido
. Ementa: Estuda-se a modernização do Estado de São Paulo segundo a forma periférica do capitalismo mundial que, através deste Estado, pode revelar as contradições entre o universal e o particular do/no conceito de capital
 
Programa
1. A formação econômico e social (brasileira).
1.1. O Estado de São Paulo no contexto colonial
1.2. A questão indígena no planalto paulista. Os aldeamentos indígenas.
2. São Paulo e a Cafeeicultura
2.1. Contradições agrário-urbanas no Estado de São Paulo.
2.2. A divisão campo cidade na crise do café. Aspectos de uma modernização recuperadora.
2.3. Alguns elementos sobre a industrialização recuperadora de São Paulo. Modernização e negatividade categorial.
2.4. Elementos da agroindústria canavieira. A crise como determinação da expansão agroindustrial no Estado de São Paulo. O Pró-Alcool.
3. A metropolização de São Paulo e crise periférica do urbano e da cidade.
 
Avaliação
 
      Método
      Aulas expositivas, discussões de textos, análise e interpretação de cartogramas, gráficos e excursões.
 
      Critério
      Relatório de Campo, Avaliação Escrita, Seminários.
 
      Norma de Recuperação
      1) Provas; 2) Trabalhos Individuais e/ou em grupos; 3) Participação nas atividades.
 
Bibliografia
BORGES, Uta; FREITAG, Heiko; HURTIENE, Thomas; NITSCH, Manfred. Proálcool. Economia e Avaliação Sócio-Econômica do Programa Brasileiro de Biocombustíveis. Sergipe: Programa Editorial da UFS, 1988.
CANDIDO, Antonio. Os Parceiros do Rio Bonito. Estudo sobre o Caipira Paulista e a Transformação dos seus Meios de Vida, Editora 34, Duas Cidades, 2001.
CARDOSO, Fernando Henrique. Condições Sociais da Industrialização de São Paulo. In: Revista Brasiliense, SP, n. 28, (pp. 31-59)
CARLOS, Ana Fani Alessandri. São Paulo. Da Capital Industrial ao Capital Financeiro. In: CARLOS, Ana Fani Alessandri & OLIVEIRA, Ariovaldo Umbelino de (orgs.) Geografias de São Paulo (V.2) . A Metrópole do Século XXI. São Paulo: Contexto: 2004.
DAMIANI, Amélia Luisa. Espaço e Geografia: Observações de Método. Elementos da Obra de Henri Lefebvre e a Geografia. Ensaio sobre Geografia Urbana a partir da Metrópole de São Paulo. Livre Docência. DG-FFLCH-USP, 2008.
FRANCO, Maria Sylvia de Carvalho. Homens Livres na Ordem Escravocrata, SP, Kayrós, 1983.
IUMATTI, Paulo; SEABRA, Manoel & HEIDEMANN, Heinz Dieter (orgs.). Caio Prado Jr. e a Associação dos Geógrafos Brasileiros. São Paulo: Edusp, AGB, IEB-USP, Fapesp, 2008.
MARTINS, José de Souza. Capitalismo e Tradicionalismo, Estudos sobre as Contradições da Sociedade Agrária no Brasil. SP: Livraria Pioneira Editora, 1975.
MARTINS, José de Souza. O Cativeiro da Terra. SP: Hucitec, 1990.
MONBEIG, Pierre. Pioneiros e Fazendeiros de São Paulo. SP: Hucitec, Polis, 1984.
PETRONE, Pasquale. Aldeamentos Paulistas, SP, HUCITEC, 1995.
PRADO Jr., Caio. Formação do Brasil Contemporâneo, SP, Brasiliense, 1999.
SCHWARZ, Roberto, As idéias fora do lugar, In: Ao Vencedor as Batatas. Forma Literária e Processo Social nos inícios do Romance brasileiro. SP: Duas Cidades e 34, 2000/2003.
THOMAZ JR. Antônio. Por trás dos Canaviais, os Nós da Cana. A Relação Capital Trabalho e o Movimento Sindical dos Trabalhadores na Agroindústria Canavieira Paulista. São Paulo: Annablume, Fapesp, 2002.
SEABRA, Odette Carvalho de Lima. Urbanização e Fragmentação. Cotidiano e Vida de bairro na Metamorfose da Cidade em metrópole, a partir das Transformações do Bairro do Limão. Livre Docência. DG-FFLCH-USP, 2003.
V. Bibliografia Complementar
BOECHAT, Cássio de Arruda. Região do colonato: mobilização do trabalho e autonomização do capital na área de Olímpia (1857-1964) do Oeste Paulista. Mestrado. DG-FFLCH-USP, 2009.
DELFIM NETO, Antonio. O Problema do Café no Brasil. Campinas: Unesp. Facamp, 2009.
FLEURY, Maria Tereza Leme Fleury. A Organização do Trabalho na Lavoura Algodoeira Paulista. São Paulo: FFLCH, USP, 1974.
MONBEIG, Pierre, O Crescimento da Cidade de São Paulo, In: SZMRECSÁNYI, Tamás (org.) História Econômica da Cidade de São Paulo, SP, Globo, (pp.17-113).
SILVA, Ana Cristina Mota. Circulação Simples. Reprodução Ampliada. Produção Espacial e Contradição Agrário-Urbana no Município de Itapipoca, Ceará. Vol. I. Pós-Doutorado. DG-FFLCHUSP, 2008.
PEREIRA, Luiz Carlos. Desenvolvimento e Crise no Brasil. São Paulo: Brasiliense, 1976.
PRADO Jr., Caio. A Revolução Brasileira. São Paulo: Brasiliense, 1968.
SUZIGAN, Wilson. Indústria Brasileira. Origem e Desenvolvimento. Campinas: Editora da Unicamp, 2000.

 
Requisitos
Disciplina Requisito
FLG0386 Regionalização do Espaço Brasileiro

Clique para consultar o oferecimento para FLG0582.

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2017 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP