Disciplina
Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Instituto de Geociências
 
Geologia Sedimentar e Ambiental
 
Disciplina: GSA0289 - Geologia dos Terrenos Cársticos

Créditos Aula: 6
Créditos Trabalho: 0
Tipo: Semestral

Objetivos
Fornecer aos futuros geólogos a formação necessária para reconhecer a importância dos sistemas cársticos, do ponto de vista geomórfico, hidrológico, hidrogeológico e geoquímico. Desta forma, a disciplina pretende capacitar os geólogos a avaliar a exploração econômica de áreas cársticas e os possíveis impactos sobre estes sistemas decorrentes de uso e ocupação de terrenos cársticos, além de extrair as informações geológicas e ambientais possíveis de serem obtidas em cavernas e feições cársticas.
 
Docente(s) Responsável(eis)
Ivo Karmann
 
Programa Resumido
Apresentar de forma introdutória o sistema geomórfico e hidrológico de áreas cársticas, o processo de carstificação e a evolução da paisagem cárstica. Depósitos sedimentares em cavernas e seus registros paleoambientais. Risco geológico e problemas associados ao uso e ocupação de áreas cársticas.
 
Programa
Conceitos básicos e apresentação das características fundamentais do sistema cárstico. Rochas carstificáveis e pré-requisitos do carste (classificação química de rochas carbonáticas). Sistemas cársticos de recarga meteórica, hipogênica e de mistura (marinho). Exemplos brasileiros e internacionais de relevo cárstico. Dinâmica do carste: processos de dissolução e precipitação em rochas carbonáticas. Aspectos geoquímicos do sistema H2O, CO2 e CaCO3, índice de saturação de águas naturais em relação ao CaCO3. Cinética química de soluções carbonáticas, corrosão de mistura e ação de H2SO4 e H2S na corrosão de rochas carbonáticas. Gênese de aquíferos de condutos e cavernas em rochas carbonáticas: espeleogênese. Condicionantes estruturais e climáticos da espeleogênese. Modelos espeleogenéticos, espeleogênese por singênese e paragênese. Padrões morfológicos de condutos cársticos em planta e seção transversal e seus condicionantes estruturais e hidrológicos. O aquífero cárstico. Hidrologia superficial e subterrânea. Métodos de estudo e monitoramento de aquíferos de condutos: análise de hidrogramas de nascentes cársticas e avaliação de recursos hídricos do carste. Métodos geocronológicos aplicados ao estudo da evolução de sistemas de drenagem subterrânea. O balanço hidrológico e hidroquímico no estudo da denudação de áreas carbonáticas: taxas de denudação de bacias cársticas. Sedimentos clásticos e químicos em cavernas. Ambientes de sedimentação clástica em cavernas. Sítios paleontológicos associados às cavernas. Paleocarste: definição e importância no registro geológico de superfícies de erosão. Sedimentos químicos em cavernas: mineralogia e morfologia de espeleotemas. Geoquímica de isótopos estáveis de O, C e H de sistemas de circulação cárstica e sua aplicação ao estudo de registros paleoambientais em CaCO3 de espeleotemas. Geocronologia de espeleotemas. Geomorfologia cárstica: formas de relevo características e sua origem. Subsidência em terrenos cársticos: tipos de origem de depressões fechadas e dolinas. Prospecção e mapeamento de cavernas. Estudos geoespeleológicos aplicados a avaliação de impacto ambiental de empreendimentos minerários e obras civis em terrenos carbonáticos. Legislação ambiental brasileira e avaliação de patrimônio espeleológico. Critérios físicos de valoração de cavernas. Sítios arqueológicos em cavernas. Técnicas de prospecção de água subterrânea em rochas carbonáticas. Vulnerabilidade de aquíferos cársticos. Proteção e preservação ambiental de áreas cársticas. Distribuição de terrenos cársticos e cavernas no Brasil. Uso e ocupação de áreas cársticas. Problemas de geologia de engenharia no carste. Pseudo-carste e cavernas em rochas não carbonáticas. A disciplina conta com aulas de campo de 3 dias na região da bacia do Rio Betari, Município de Iporanga, SP, e 1 dia na região de Cajamar, SP, totalizando 4 dias de campo. CARGA HORÁRIA TOTAL DAS AULAS DE CAMPO: 30 HORAS.
 
Avaliação
 
      Método
      O curso deverá ser desenvolvido através de aulas expositivas, sobre cada assunto, e seminários apresentados pelos alunos, os quais serão seguidos de discussões dirigidas. Haverá exercícios práticos sobre hidrologia, hidroquímica e mapeamento de cavernas. Esta disciplina inclui aulas de campo no total de 04 dias (30 horas).
 
      Critério
      Prova teórica e prática, apresentação de seminários, exercícios práticos e relatórios de aulas de campo.
 
      Norma de Recuperação
      Conforme Resolução CoG 3583, de 29.09.89.
 
Bibliografia
Bibliografia Básica:
FORD, D.C. & WILLIAMS, P. – 1989 - Karst geomorphology and hydrogeology. Unwin Hyman, London.
GILLIESON, D. – 1996 - Caves: Processes, Development, Management. Blackwell, 324p.
CULIVER, D.C. & WHITE, W. – 2005 – Encyclopedia of caves. Elsevier Academic Press, 654p. London.
Bibliografia complementar:
BÖGLI, A. - 1980 - Karst Hydrology and Physical Speleology. Springer-Verlag, Berlim.
FORD, T. D. & CULLINGFORD, C. H. D. - 1976 - The Science of Speleology. Academic Press, London.
JENNINGS, J. N. - 1987 (2ª ed.) - Karst Geomorphology. Brasil Brackwell.
 
Requisitos
Disciplina Requisito
0440620 Geologia Geral

Clique para consultar o oferecimento para GSA0289.

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2017 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP