Disciplina
Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Instituto de Estudos Brasileiros
 
Instituto de Estudos Brasileiros
 
Disciplina: IEB0242 - A Formação Sócio-espacial Urbana e a Apropriação das Águas no Brasil

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 1
Tipo: Semestral

Objetivos
Objetiva-se discutir criticamente, de modo introditório, a formação sócio-espacial urbana do Brasil a partir da relação cidade-água, com vistas à compreensão da contemporaneidade dos discursose das práticas que envolvem essa relação. Especificamente objetiva-se: - introduzir uma discussão sobre a formação sócio-espacial urbana no Brasil; - compreender a relação existente entre o precesso social de urbanização, a criação da forma cidade e a apropriação das água no Brasil; - averiguar como essa relação contribuiu para a formação sócio-espacial do Brasil; - apresentar distintas formas de abordagem da referida relação; - identificar, seja nas escalas local e regional, seja pela formação acadêmica e teórica dos propositores, as diferenças e as semelhanças entre abordagens apresentadas; - possibilitar que os (as) discentes construam conceitos e desenvolvam instrumentais teórico-metodológicos que subsidiem a intervenção na realidade, a pesquisa e o ensino de assuntos que dizem respeito ao tema.
 
Docente(s) Responsável(eis)
Vanderli Custódio
 
Programa Resumido
 
Programa
1 - Fundamentação teórico-conceitual - A Geografia e a categoria de formação sócio-espacial urbana. - Os conceitos de urbano, cidade, processo de urbanização. - O conceito de apropriação. - A dimensão natural da Geografia: a natureza, o sítio, as águas. - Outros conceitos e categorias. 2 - O Brasil sócio-espacial urbano contemporâneo: a metropolização e a apropriação das águas (Séc. XXI) - A urbanização do Brasil no período do capital atual. - Uso e ocupação do solo: políticas públicas das águas urbanas. - Legislação urbana e das águas no Brasil. - Leituras da relação cidade-água: técnica, artística, histórica e outras. - 3 - Estado, colonização, natureza e formação sócio-espacial urbana no Brasil (Séc. XIV-XX) - A urbanização do Brasil no período dos capitais comercial e industrial. - A política colonialista urbana portuguesa. - Capitanias, sesmarias e a criação de cidades ao longo dos rios que se navega. - A negação do urbano, as cidades e as formas de apropriação das águas. - A metropolização e a fase áurea do planejamento urbano. - Leituras da relação cidade-água: técnica, artística, histórica e outras. - 4 - Um estudo de caso sobre a relação cidade-água - A cidade de São Paulo e a apropriação das águas. - Leituras dessa relação: técnica, artística, histórica e outras.
 
Avaliação
 
      Método
      Aulas expositivas, análise temática, interpretação e discussão de textos, aulas de campo, trabalhos e atividades individiais e em grupo, projeção de filmes.
 
      Critério
      Avaliação individual escrita.
 
      Norma de Recuperação
      Trabalho individual e escrito para ser entregue no ínicio do próximo semestre.
 
Bibliografia
Básica e Complementar - ARAÚJO, Regina C. C de. A formação da memória territorial brasileira (1838-1860). 2001. - Tese (Doutorado em Geografia Humana) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo. - Batista, Marta R.; GRAF, Maria Elisa de C. (Orgs.) Cidades brasileiras: políticas urbanas e dimensão cultural de cidades brasileiras e francesas (1840-1945). São Paulo: IEB - USP, v. I e II, 1999. - BESSA, Vagner de C. Território e desenvolvimento: as ideologias na obra de Graciliano Ramos. 1994. Dissertação (Mestrado em Geografia Humana) - Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras Humanas da Universidade de São Paulo, São Paulo. - CARLOS, Ana F. A.; LEMOS, Amália I. G. (Orgs.). Dilemas Urbanos: novas abordagenssobre a cidade. São Paulo: contexto, 2003. - CUSTÓDIO, Vanderli. A apropriação dos recursos hídricos e o abastecimento de água na Região Metropolitana de São Paulo. 1994. Dissertação (Mestrado em Geografia Humana) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, São Paulo._____. A persistência das inundações na Grande São Paulo. 2002. Tese (Doutorado em Geografia Humana) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, São Paulo. - GEIGER, Pedro. P. A rede urbana brasileira. Rio de Janeiro: IBGE. 1962. _____. As formas do espaço brasileiro. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2003. (Coleção Descobrindo o Brasil). - HARVEY, David. A justiça social e a cidade. São Paulo: Hucitec, 1980. - KOSIC, Karel. Dialética do concreto. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1976. - LANGEBUCH, Juergen R. A estruturação da Grande São Paulo: estudo de geografia urbana. Rio de Janeito: IBGE, 1971. - LEFEBVRE, Henri. O direito à cidade. São Paulo: Centauro, 2001. - LOPEZ ANCONA, Telê P. O turista aprendiz: Mário de Andrade. São Paulo: Livraria Duas Cidades, 1983. - MORAES, Antônio C. R. Bases da formação territorial colonial brasileiro no "longo" Século XVI. São Paulo: Hucitec, 2000. - MOREIRA, João C. Espaço e cultura: São Paulo e a Semana de 22. 1997. Dissertação (Mestrado em Geografia Humana) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, São Paulo. - PRADO JÚNIOR, Caio. História econômica do Brasil. São Paulo: Brasiliense, 1976. - _____. A cidade de São Paulo. São Paulo: Brasiliense, 1983. - RATZEL, Friedrich. O solo, a sociedade e o Estado. Revista do Departamento de Geografoa. São Paulo: USP, n.2, 1983 - REIS FILHO, Nestor G. Evolução urbana do Brasil (1500-1729). São Paulo: Edusp - Livraria Pioneira Editora, 1968. - REVISTA DO INSTITUTO DE ESTUDOS BRASILEIROS. São Paulo: IEB-USP. Vários números. - SALGUEIRO, Heliana A. Pierre Monbeig, pioneiro da geografia cultural no Brasil: cidade, território e paisagem. Projeto IEB-USP, 1999\2003. - SANTOS, Milton. Sociedade e espaço: a formação econômico-social como teoria e como método. In: Espaço e Sociedade (ensaios). Petrópolis: Vozes, 1979. _____. A urbanização brasileira. São Paulo: Hucitec, 1993. - SANTOS, Milton; SILVEIRA, Maria Laura (Orgs.). Brail: territótio e sociedade no início do século XXI. Rio de Janeiro: Record, 2002. - SOUZA, Marcelo L. de. Mudar a cidade: uma introdução ao planejamento e à gestão urbanos. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2002. - SOUZA, Maria A. A. de; et al (Orgs.) Natureza e sociedade de hoje: uma leitura geográfica. São Paulo: Hucitec-Anpur, 1997. (O novo mapa do Mundo). - SPÓSITO, Maria E. B. (Org.) Urabanização e cidades: perspectivas geográficas. Presidente Prudente: UNESP, 2001. Acervos do IEB (material a ser selecionado em função do tema cidade-água) Alberto Lamego - historiador e bibliófilo (Projeto Resgate). - Alfredo Ellis Júnior - historiador, sociólogo, ensaísta e professor. - Caio Prado Júnior - historiador, geógrafo e editor. - Ernami da Silva Bruno - jornalista e escritor. - José Guimarães Rosa - médico, diplomata e escritor. - Mário de Andrade - poeta, ficcionista, crítico literário, musical e de artes plásticas. - Pierre Monbeig - geógrafo. - Raul de Andrade e Silva - historiador e professor. - Yan de Almeida Prado - historiador e bibliófilo.
 

Clique para consultar o oferecimento para IEB0242.

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2017 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP