Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Faculdade de Educação
 
Metodologia do Ensino e Ed Comparada
 
Disciplina: EDM0422 - Metodologia do Ensino de Geografia II
Methodology of the Teaching of Geography II

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 2
Carga Horária Total: 120 h ( Estágio: 90 h )
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2016

Objetivos
11. Objetivos:

1. Estabelecer vínculos entre a universidade pública e as escolas estaduais e municipais por meio dos estágios e do desenvolvimento de projetos comprometidos com o aperfeiçoamento do ensino e da aprendizagem nessas instituições;
2. Refletir sobre a educação e o ato de educar a partir da relação entre teoria e prática, entre o saber acadêmico e o saber escolar.
3. Analisar e discutir as diferentes concepções teóricas e metodológicas sobre o ensino e a aprendizagem em Geografia;
4. Utilizar Tecnologias de Informação e Comunicação no ensino e na aprendizagem em Geografia;
5. Elaborar e executar projetos que envolvam alternativas metodológicas para o ensino e a aprendizagem em Geografia, como o trabalho de campo e o Estudo do Meio como método interdisciplinar.
6. Analisar, produzir e utilizar recursos didáticos e diferentes linguagens no ensino e na aprendizagem em Geografia;
7. Compreender o estágio como momento importante de preparação para a docência e como oportunidade ímpar de estudo, investigação, acompanhamento e participação do contexto educativo da escola básica.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
979173 - José Eustáquio de Sene
1560400 - Nuria Hanglei Cacete
1868511 - Sonia Maria Vanzella Castellar
 
Programa Resumido
O uso de metodologias convencionais e inovadoras no ensino da Geografia, construindo textos, vídeos, jornais, ensaios fotográficos, entrevistas, desenhos, croquis e maquetes. Utilização de Tecnologias de Informação e Comunicação. Nesta etapa do Estágio Supervisionado os alunos deverão elaborar um Projeto de Ensino de Geografia prioritariamente em uma Escola Pública, na qual o licenciando tenha oportunidade de planejar executar e avaliar o trabalho pedagógico. Esse Projeto deve contemplar a pesquisa, a criatividade e o uso de metodologias inovadoras, respeitando a realidade escolar vivida e a faixa etária dos alunos.
 
 
 
Programa
1. Elaboração de Projetos de Estágio Supervisionado.
2. A utilização de material cartográfico e de imagens de satélites para o desenvolvimento de conceitos geográficos.
3. A construção de aulas fundamentadas em textos didáticos, ou em linguagens da produção cultural.
4. Projetos Disciplinares e Interdisciplinares.
5. A produção de jornal, painel ou site com base nos projetos interdisciplinares realizados.
6. A contribuição da Geografia na Educação Ambiental.
7. Os métodos convencionais de ensino da Geografia e a produção didática.
8. Os métodos inovadores e a pesquisa em Geografia: a diversificação de linguagens e sua aplicação no ensino, (fotografias, interpretação de fotos aéreas e das imagens de satélites, literatura, música, filmes e jogos dramáticos).
9. O uso de Tecnologias de Informação e Comunicação no ensino e na aprendizagem em Geografia.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Aulas dialogadas, seminários, apresentação das práticas escolares e dos projetos efetivados no Ensino Básico. Entrevistas e palestras.
Critério
Participação nas atividades do curso, apresentação oral e escrita dos relatórios e trabalhos realizados durante o Estágio Supervisionado no Ensino Fundamental e Médio.
Norma de Recuperação
Critérios de aprovação e épocas de realização das provas ou trabalhos: de acordo com o calendário escolar.
 
Bibliografia
     
ADORNO, T. W. Educação e emancipação. 3. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2003.
ALMEIDA, R. D. de; PASSINI, E. Y. O Espaço Geográfico: ensino e representação. São Paulo: Contexto, 1989.
ANDRADE, M. C. de. Caminhos e Descaminhos da Geografia. Campinas: Papirus, 1989.
_____ Geografia da Sociedade: uma introdução à análise do pensamento geográfico. São Paulo: Atlas, 1987.
APPLE, M. W. Educação e Poder. Tradução de: Maria Cristina Monteiro. Porto Alegre: Artes Médicas, 1989.
AUSUBEL, D. P. Aquisição e retenção de conhecimentos: uma perspective cognitiva. Lisboa: Plátano, 2003.
BERTRAND, G. Construire la Géographie Physique. Tolouse: Institut de Geographie Daniel Faucher, 1981.
BRANDÃO, C. R. Repensando a Pesquisa Participante. São Paulo: Brasiliense, 1985.
BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Média e Tecnológica. Parâmetros curriculares nacionais do ensino médio: ciências humanas e suas tecnologias. Brasília: MEC; SEMTEC, 1999. (vol. 4).
______. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Média e Tecnológica. Ciências humanas e suas tecnologias. Brasília: MEC; SEMTEC, 2002. (PCN + ensino médio: orientações complementares aos parâmetros curriculares nacionais).
______. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Ciências humanas e suas tecnologias. Brasília: MEC; SEB, 2006. (Orientações curriculares para o ensino médio; vol. 3).
BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental Parâmetros Curriculares Nacionais: História e Geografia. 2. ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2000.
BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais de Geografia. Brasília: Ministério de Educação e do Desporto - SEF. 1997.
CARLOS, A . F. A (Org.) Novos Caminhos da Geografia. São Paulo: Contexto, 1999.
_____ O Lugar no/do Mundo. São Paulo: Hucitec, 1996.
_____ A Geografia na Sala de Aula. São Paulo: Contexto, 1999.
CASTELLAR, S. M. V. A Construção do Conceito de Espaço e o Ensino de Geografia. In: Caderno Prudentino de Geografia - Geografia e Ensino. AGB-Seção Prudente (17): 94-114, 1995.
CAVALCANTI, L. de S. Geografia, Escola e a Construção de Conhecimentos. Campinas-SP: Papirus, 1998.
CHARLOT, Bernard. Da relação com o Saber: elementos para uma teoria. Porto Alegre - RS: Artmed, 2000.
CHAUI, M. Convite à Filosofia. 12. Ed. São Paulo: Ática, 1999.
CHESNEAUX, J. Hacemos Tabla Rasa del Pasado Tradução de: Aurelio Garzón Del Camino. México: Siglo Vintiuno, 1977.
DOWBOR, L.; IANNI, O; Resende, P. E. A.(Orgs). Desafios da Globalização. Petrópolis-RJ: Vozes, 1997.
FAZENDA, I. C. A. Interdisciplinaridade - Um projeto em parceria. São Paulo: Loyola, 1991.
FLORENZANO. T.G. Imagens de Satélite para Estudos Ambientais. São Paulo: Oficina de Textos, 2002.
FREINET, C. Pedagogia do Bom Senso. Tradução de: J. Batista. São Paulo: Martins Fontes, 1985.
FREIRE, P. Ação cultural para a liberdade e outros escritos. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1981.
_____ Educação e Mudança. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1986.
_____ Pedagogia da Esperança. Um Reencontro com a Pedagogia do Oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1995.
GEORGE, P. Os Métodos da Geografia. Rio de Janeiro: Difel, 1972.
_____ Sociologia e Geografia Tradução de: Sergio Miceli. Rio de Janeiro: Forense, 1969.
GERALDI, C. M. G.; FIORENTINI, D.; PEREIRA, E. M. de A. (Orgs). Cartografia do Trabalho Docente. Campinas - SP.: Mercado de Letras, 1998.
GONÇALVES, C. W. Os (Des) Caminhos do Meio ambiente. São Paulo: Contexto, 1989.
GOODSON, I. Currículo, Teoria e História. Tradução de Attílio Brunetta. 4 ed. Petrópolis-RJ: Vozes, 1995.
HELLER, A. O Cotidiano e a História. Tradução de: Carlos Nelson Coutinho e Leandro Konder. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1985.
HOBSBAWM, E. Era dos Extremos. O breve Século XX, 1914-1991. Tradução de: Marcos Santarrita. 2. ed. São Paulo: Companhia das Letras, 2000.
KOSIK, K.. Dialética do Concreto. Tradução de : Celia Neves e Alderico Toribio, Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1976.
LACOSTE, Y. A Geografia - isso serve, em primeiro lugar para fazer a guerra. Tradução de: Maria Cecília França. Campinas- SP: Papirus, 1988.
MOREIRA, M. A. Aprendizagem significativa: a teoria de David Ausubel. São Paulo: Moraes, 1992.
______. Mapas conceituais e aprendizagem significativa. São Paulo: Centauro, 2010.
MÜLLER-PLANTENBERG, C.; AB' SABER, A. N. (Orgs) Previsão de Impactos. São Paulo: EDUSP, 1994.
NOVAK, J. D.; CAÑAS, A. J. Theoretical origins of concept maps, how to construct them, and uses in education. Reflect Education, Institute of Education, London, vol. 3, n. 1, Nov. 2007, pp. 29-42.
NÓVOA, A (Coord.). Os Professores e sua Formação. Lisboa: Dom Quixote, 1992.
OLIVEIRA, M. K. Vygotsky: aprendizado e desenvolvimento. Um processo sócio-histórico. 4.ed. São Paulo: Scipione, 2001.
PENTEADO, H. D. Metodologia do Ensino de História e Geografia. São Paulo: Cortez, 1991.
PIAGET, J. A Representação do Mundo na Criança. Rio de Janeiro: Record, 1982.
_____ Formação do Símbolo na Criança: imitação, jogo e sonho, imagem e representação. 2.ed. Rio de Janeiro: Zahar, 1975.
PONTUSCHKA, N. N. Ousadia no Diálogo. Interdisciplinaridade na Escola Pública. 4. ed. São Paulo: Loyola, 2002.
PONTUSCHKA, N. N.; OLIVEIRA, A. U. de. (Orgs) Geografia e Perspectiva. São Paulo: Contexto, 2002.
POSTUSCHKA, N. N.; PAGANELLI T. e CACETE, N. H. Para ensinar e aprender Geografia. São Paulo, Cortez, 2007.
PONTUSCHKA, N. N. et al.O conceito de estudo do meio transforma-se...em tempos diferentes, em escolas diferentes, com professores diferentes. In: VESENTINI, José W. (Org.) O ensino de Geografia no século XXI. Campinas-SP, Papirus, 2004.
__________. Estudo do meio como trabalho integrador das práticas docentes. Associação dos Geógrafos Brasileiros (AGB). Boletim Paulista de Geografia, n.70. 1991.
PROPOSTA Curricular do Estado de São Paulo: Geografia / Coord. Maria Inês Fini. – São Paulo: SEE, 2008.
RAFFESTIN, C. Por uma Geografia do Poder. Tradução de: Maria Cecília França. São Paulo: Ática, 1993.
REGO, N.; SUERTEGARAY, D.; HEIDRICH, A. (Orgs.) Geografia e Educação, Geração de Ambiências. Porto Alegre-RS: UFRGS, 2000.
RONCA, A. C. C. O modelo de ensino de David Ausubel. In: MILLAN, Wilma. Psicologia e ensino. São Paulo: Papelivros, 1980.
ROSS, J. (Org.) Geografia do Brasil. São Paulo: EDUSP, 1998.
SANTOS, M.; SILVEIRA, M. L. O Brasil. Território e sociedade no início do século XXI. 3 ed. Rio de Janeiro/São Paulo: Record, 2001.
SANTOS, M. Por uma outra Globalização. Rio de Janeiro: Record, 2000.
_____ Técnica Espaço -Tempo. Globalização e Meio Técnico- Científico Informacional. São Paulo: Hucitec, 1994.
SÃO PAULO. Secretaria Municipal de Educação da Prefeitura da Cidade de São Paulo (SME). Tema Gerador e a Construção do Programa - Uma nova relação entre currículo e realidade. São Paulo: SME, 1991.
SEABRA, M. F. G. Estudos Sociais e Vulgarização do Magistério e do Ensino de 1º e 2º graus. Boletim Paulista de Geografia - AGB-São Paulo, (58): 121-133, 1981.
_____ GEOGRAFIA(S). In: ORIENTAÇÃO USP - Instituto de Geografia (5): 9-17, 1984.
SILVA, T. T. da. Documentos de Identidades: uma introdução às teorias do currículo. Belo Horizonte-MG: Autêntica, 1999.
TAILLE, Y.; Oliveira, M. K.; DANTAS, H. Piaget, Vygotsky, Wallon: teorias psicogenéticas em discussão. São Paulo: Summus, 1992.
THIOLLENT, M. . Metodologia da Pesquisa - Ação. Tradução de : São Paulo: Cortez, 1988.
VALSINER, J.; VAN DER VEER, R. Vygotsky: uma síntese. 4. ed. São Paulo: Loyola, 2001.
VESENTINI, J. W. Para uma Geografia Crítica na Escola. São Paulo: Ática, 1992.
_____ Novas Geopolíticas. São Paulo: Contexto, 2000.
VYGOTSKY, L. S. A Formação Social da Mente. Tradução de: José Cipolla et alii. São Paulo: Livraria Martins Fontes, 1989.
_____ Pensamento e Linguagem . Tradução de: Jeferson Luiz Camargo. São Paulo: Livraria Martins Fontes, 1991. (publicado originalmente em 1934).
 

Clique para consultar os requisitos para EDM0422

Clique para consultar o oferecimento para EDM0422

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2017 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP