Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
 
Línguas Orientais
 
Disciplina: FLO0149 - Cultura Armênia II
Armenian Culture II

Créditos Aula: 2
Créditos Trabalho: 2
Carga Horária Total: 90 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2018 Desativação:

Objetivos
Apresentar as diversas formas de manifestações artísticas e culturais armênias.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
427308 - Deize Crespim Pereira
 
Programa Resumido
Cultura armênia: manifestações artísticas.
 
 
 
Programa
O cristianismo armênio Arte religiosa: os tesouros de Etchmiadzin e iluminuras Literatura Pintura Arquitetura e escultura em pedra Música e dança Cinema
 
 
 
Avaliação
     
Método
aulas expositivas, aulas de vìdeos e debates.
Critério
Resenhas e monografias
Norma de Recuperação
A recuperação se fará mediante trabalho escrito.
 
Bibliografia
     
ABDULLAYEVA, S. The most melodious of instruments - kamancha. IRS - Focusing on Azerbaijan. Publicação eletrônica: < www.irs-az.com>. AHARONIAN, Antaram. (19-). Patrimonio cultural de la humanidad: arquitectura armenia, su importancia en la evolución de la arquitectura cristiana. The cultural heritage of humanity: the influence of the Armenian architecture upon the development of the Christian architecture. Buenos Aires: Armenian Interinstitutional Assambly Argentina. ARLEN, M.J. (1978). Passagem para Ararat. Rio de Janeiro, Paz e Terra. Trad. para o português de Ana Teresa J. Reynaud. CAMARGO, Y. M (1997). A importância dos Cantos de Goghten para a Literatura Armênia. Revista de Estudos Orientais, no1, março de 1997, p.105-122. Disponível em: < http://letrasorientais.fflch.usp.br/sites/letrasorientais.fflch.usp.br/files/REO_01.pdf.pdf> CEDEÑO, A. E. E. (2015). Os segredos da culinária armênia. São Paulo, Universidade de São Paulo, Monografia de TGI (Trabalho de Graduação individual). CHAHINIAN, S. N. (2015). O poder do vazio: Conversando com as pedras na Armênia Histórica. Istambul, Aras. COSTA, A. V. P. A. P. (2012). A cor da romã. Campinas, Universidade Estadual de Campinas, Tese de Doutoramento. Disponível em: DAVIDIAN, Vicente Pe. (1965). Vida de São Judas Tadeu: Apóstolo da Armênia. Impresso por Comissão Especial do Exmo. e Revmo.sr. Dom Manuel Pedro da Cunha Cintra, Bispo de Petrópolis. Petrópolis, R.J. DINIZ, B. (1993a). Garni e sua importância histórica. Comunicação apresentada no VI Congresso da ALADAA, realizado em Havana, Cuba, em setembro de 1989. DINIZ, B. (1993b). Os conventos armênios: sua história e seu papel cultural. São Paulo, Ed. Pannartz. DINIZ, D. A.; CHEKERDEMIAN, M. (1979). A técnica da cerâmica na Armênia antiga. In: Simpósio Nacional da Associação dos Professores Universitários de História, 17-23 de Julho de 1977, Florianópolis. Anais do IX Simpósio Nacional da Associação dos Professores Universitários de História. O homem e a técnica. São Paulo: [ANPUH], 1979. v. 1, p. 251-258. Disponível em: < http://anpuh.org/anais/wp-content/uploads/ANPUH.S09.pdf> FAVA, C. E. O. (2014). Sayat-Nova - Tradução de um poeta. PROFT, Anais do Simpósio Profissão Tradutor. Vol. 1, no. 3. GABRIEL, D.A.R (2001). Culinária armênia: as muitas tradições de um sabor único. Armenusp I: Cadernos de Armênio. São Paulo, Humanitas, FFLCH/USP, pp. 181-190. HACIKYAN, A.J. (coord. 2000). A conversão ao cristianismo. In: The Heritage of Armenian Literature. Volume I: From the Oral Tradition to the Golden Age. Detroit, Wayne State University Press. Cap. 6: The Conversion to Christianity, pp.75-81. Tradução para o português de Deize C. Pereira (inédita). HACIKYAN, A.J. (2002). “Sayat-Nova”. In: HACIKYAN, A.J. (coord. 2002). The Heritage of Armenian Literature. Volume II: From the Sixth to the Eighteen Century. Detroit, Wayne State University Press. Tradução livre para o português de Deize C. Pereira (inédita). HAMALIAN, L. (1978). “Cercado de generosidade e saudoso”. In: Burn After Reading. New York, Ararat Press, pp.106-111; publicado novamente em Ararat, vol. XLV, no. 179, Summer, 2004. Tradução para o português de Deize C. Pereira (inédita). HAMALIAN, L. (2001). “Uma pequena questão de identidade”. In: Armenusp I: Cadernos de Armênio. São Paulo, Humanitas, FFLCH/USP, Trad. para o português de Rosana de S. Costa, p.123-137. HUGHES, John (ed. 2004). Armenia in colour. Yerevan: Aries, 2004. KEROUZIAN, Y. O. (1978). Os documentos antigos da poesia armênia. Separata da Revista Língua e Literatura no. 7. São Paulo, FFLCH/USP, 1978. KEROUZIAN, Y. O. (1979a). A Técnica nos Antigos Manuscritos Armênios. In: Simpósio Nacional da Associação dos Professores Universitários de História, 17-23 de Julho de 1977, Florianópolis. Anais do IX Simpósio Nacional da Associação dos Professores Universitários de História. O homem e a técnica. São Paulo: [ANPUH], 1979. v. 1, p. 207-249. Disponível em: < http://anpuh.org/anais/wp-content/uploads/ANPUH.S09.pdf> KEROUZIAN, Y. (1979b). A cerveja na Armênia antiga. In: Simpósio Nacional da Associação dos Professores Universitários de História, 17-23 de Julho de 1977, Florianópolis. Anais do IX Simpósio Nacional da Associação dos Professores Universitários de História. O homem e a técnica. São Paulo: [ANPUH], 1979. v. 1, p. 197-205. Disponível em: < http://anpuh.org/anais/wp-content/uploads/ANPUH.S09.pdf> KEROUZIAN, Y. O.; DINIZ, B. (1979). A técnica da vinicultura na Armênia antiga. In: Simpósio Nacional da Associação dos Professores Universitários de História, 17-23 de Julho de 1977, Florianópolis. Anais do IX Simpósio Nacional da Associação dos Professores Universitários de História. O homem e a técnica. São Paulo: [ANPUH], 1979. v. 1, p. 181-192. Disponível em: < http://anpuh.org/anais/wp-content/uploads/ANPUH.S09.pdf> KHATCHATRIAN, S. (2004). “Tesouros de Etchmiadzin”. In: Tesouros de Etchmiadzin: 17 séculos de cristianismo na Armênia. São Paulo: Pinacoteca do Estado, 2004. KHORENATSI, M. (2012). História dos armênios. São Paulo, Humanitas. Tradução do armênio para o português de Deize C. Pereira. KUTCHAK, NAHAPET (2012). Poemas da tradição oral trovadoresca da literatura armênia. Edição bilíngue: armênio-português. São Paulo: Humanitas. Tradução de Deize C. Pereira. LOUREIRO, H.A.C. (2006). Breve História dos Primórdios da Igreja Apostólica Armênia. RHEMA, vol. 13, no. 40. Juiz de Fora, Instituto Teológico Arquidiocesano Santo Antônio. MARCARIAN, M. N. (1985). “Impressões sobre a Armênia”. Texto lido no encontro com a coletividade organizado pela Juventude Evangélica Armênia de São Paulo, em novembro de 1985. MARCARIAN, M. N. (2006a). “Culinária armênia”. Handout do curso de difusão cultural Armênia: 4000 anos de cultura. São Paulo, USP. MARCARIAN, M. N. (2006b). “Cristianismo armênio”. Handout do curso de difusão cultural Armênia: 4000 anos de cultura. São Paulo, USP. MATHEWS, T. F.; TAYLOR, A. (2001). The Armenian Gospels of Gladzor: The life of Christ illuminated. Los Angeles, The J. Paul Getty Museum. NERSESSIAN, V. (2001). Treasures from the ark - 1700 Years of Armenian Christian Art. Los Angeles, British Library. PEREIRA, D. C. (2010). O genocídio armênio e seus reflexos na literatura. Revista de Estudos Orientais no.8. São Paulo, USP/DLO/FFLCH. PEREIRA, D.C. (2016). Introdução: Narrativas tradicionais sobre a origem do cristianismo na Armênia.In: Poesia Armênia Cristã: Grigor Narekatsi, Nersês Shnorhali e outros. São Paulo, Humanitas. PEREIRA, D.C. (2017). Imagens da cultura armênia na literatura contemporânea da diáspora: William Saroyan e Sarkis J. Eminian. In: MENEZES, A. B.; CAVALIERE, A. (orgs.). Linguagens do Oriente: Contemporaneidade. São Paulo, Paulistana. PEREIRA, D.C. (2017). Poemas em língua armênia do trovador Sayat-Nova: uma tradução em português. In: PEREIRA, D.C.; HAWI, M.M.; MENEZES JR., A. J. B. (orgs.). Estudos da Ásia: Artes, Tradução e Identidades Culturais. São Paulo, FFLCH. PEREIRA, D. C. (no prelo). “Khatchadur Apovian” – tradução de um trecho do romance histórico A Ferida da Armênia do referido autor. PINHEIRO, P. S. (1994). Um genocídio em julgamento: O processo Talaat Paxá na República de Weimar. Rio de Janeiro, Paz e Terra. Tradução de Erlon Paschoal, prefácio de Paulo Sérgio Pinheiro. QUEIROZ, L S. (2007). Arshile Gorky: The painter and his mother. Ética e Filosofia, vol. 10, no. 1, Junho de 2007. Publicação eletrônica: www.eticaefilosofia.ufjf.br RUSEISHVILI, S. (2012). Resenha: A cor da romã. Cadernos Ceru, v. 22, no. 2. SAPSEZIAN, A. (1988). História da Armênia. Rio de Janeiro. Paz e Terra. SAPSEZIAN, A. (1994). Literatura Armênia. Rio de Janeiro, Paz e Terra. SAPSEZIAN, A. (2010). História Sucinta e Atualizada da Armênia. São Paulo, Emblema. SARIAN, H. (2004). “História, arte e arqueologia da Armênia: De Urartu a Etchmiadzin”. In: Tesouros de Etchmiadzin: 17 séculos de cristianismo na Armênia. São Paulo: Pinacoteca do Estado, 2004. SAROYAN, W. (1934). “70 Mil Assírios”. In: SAROYAN, W. (1934). The Daring Yong Man on the Flying Trapeze and Other Stories. New York, New Directions Books. Tradução para o português de Deize C. Pereira (inédita). SAROYAN, W. (1958)."Os escritores armênios" In: SAROYAN, W. (1994). The William Saroyan Reader. New York, Barricade Books Inc. Tradução para o português de Deize C. Pereira(inédita). SAROYAN, W. (1939/1992). “O homem com o coração nas terras altas”. In: SAROYAN, W. (1992). O homem com o coração nas terras altas e outras histórias. Portugal, Bertrand Editora. Trad. para o português de Ana Cristina F. de Sousa. STONE, Nira (2007). The Armenians: art, culture and religion. Dublin/ London, Chester Beatty Library/ D. Giles. TCHARENTS, Y. (1994). “Da Terra de Nairi”, “A minha Armênia”. In: SAPSEZIAN, A. (1994).Literatura Armênia. Rio de Janeiro, Paz e Terra, p.140-146. Tesouros de Etchmiadzin: 17 séculos de cristianismo na Armênia. [apresentação de Marcelo Mattos Araujo]; textos de Karekin II, Shahen Khachatrian, Haiganuch Sarian. São Paulo: Pinacoteca do Estado, 2004. VERNEUIL, H. (1985). Mayrig. São Paulo, Edicon. Trad. para o português de Charles Apovian. YAMAMOTO, M.M.A (2001). Os monumentos: símbolo da arquitetura armênia. Armenusp I: Cadernos de Armênio. São Paulo, Humanitas, FFLCH/USP, pp. 157-173. YONAN, A. M. (2007). Saroyan’s Seventy Thousand Assyrians. California, Zinda, June 3. Publicação eletrônica:http://s172518151.onlinehome.us/speakassyria/site/images/Saroyans%20Seventy.pdf YEGHIAZARYAN, L. (2003). O Porquê da Existência do Khatchkar (Cruz de Pedra). Revista de Estudos Orientais no. 4. São Paulo, DLO/FFLCH/USP, 2003. Bibliografia complementar ARZOUMANIAN, P. (1970). Armenian churches: Holy see of Echmiadzin. Lisboa, Calouste Gulbenkian. AZARIAN, L. R. (1964). Kilikyan Manrankartchutyuna Dar XII-XIII (Pintura em Miniatura, séculos XII-XIII). Yerevan, Haykakan SSR Gitutyunneri Akademia. EZIKIAN, C. (1996). A trajetória pictórica de Martiros Sarian. São Paulo, USP, Tese de doutoramento. HAIGENTZ, M. (ed.1978). Simon Samsonian: his world through paintings. New York, Armenian General Benevolent Union. HAKOBIAN, H. H. (1982). Vaspurakani Manrankartchutyuna (Pinturas em Miniatura da Nobreza, vol. 2). Yerevan, Haykakan SSH GA. HAMALIAN, L. (1980). As others see us: The Armenian Image in Literature. New York, Ararat Press. IGITIAN, H. (2004). Armenian Palette of the 20th century. Yerevan, Tigran Mets publishing house. KHATCHATRIAN, S. (1975). Masters of world painting: Martiros Saryan. Leningrad, Aurora Art Publishers. KHATCHATRIAN, S. (1983). Selected Works of Soviet Artists: Martiros Saryan. Moscow, Sovetsky Khudozhnik Publishers. LANG, D.M. (1968). Armenia: Cradle of Civilization. London, George Allen & Unwin Ltd. LIBARIDIAN, Gerard J. (2004). Modern Armenia: people, nation, state. New Brunswick, N.J.: Transaction Publishers. ORMANIAN, M. (2003). A Igreja dos armênios. Sua história, doutrina, hierarquia, reforma, liturgia e situação atual. São Paulo: Edições O.L.M. Buenos Aires (S.N.) SAPSEZIAN, A. (1997). Cristianismo Armênio. São Paulo, Bentivegna Editora. Filmes/Documentários: BAYRAKDARIAN, Isabel. (2005). A Long Journey Home. USA/Canadá. DUGUAY, Christian. (1995). Screamers. Canadá. EGOYAN, Atom. (2002). Ararat. Canadá/ França. GANANIAN, Cesar; GANANIAN, Gary; DER HAROUTIOUNIAN, Cassiana. (2012). Rapsódia Armênia. Brasil. GUÉDIGUIAN, Robert (2006). Le voyage en Arménie (“Armênia”). França. GUÉDIGUIAN, Robert (2015). Une Histoire de Fou (“Uma história de loucura”). França. LABAKI, Carmen. (2004). Armenia, The Sleeping Beauty. Armênia. ODA, Norberto. (2014). Armênia. Globo Repórter. PARAJANOV, Sergei. (1968). The Colour of the Pomegranates (“A cor das romãs”). URSS. VERNEUIL, Henri. (1993). Mayrig. França. VERNEUIL, Henri. (1992). 588 Rue Paradis. França.
 

Clique para consultar os requisitos para FLO0149

Clique para consultar o oferecimento para FLO0149

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2018 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP